segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

E no que deram as denúncias de fraudes na Loteria da Caixa?

Senador Álvaro Dias e a denúncia de lavagem de
dinheiro via loterias da Caixa
O texto e o vídeo são antigos, de 2011, mas andam circulando pelas redes sociais atualmente. Decidi divulgá-los também para que todos saibam que até em prêmio de loteria estão nos roubando.    Eu, por exemplo, não sabia que já havia provas formais de fraudes nos sorteios. Lavagem de dinheiro com a cumplicidade de funcionários da Caixa. Vejam a descrição do esquema e a fala de Álvaro Dias sobre o assunto. E a gente achando que só os sortudos é que ganham!!!

Destaque: Entre os ganhadores citados estão, por exemplo, um cidadão que ganhou 525 prêmios, no valor de R$3,8 milhões; outro ganhou 327 prêmios, no valor de R$1,6 milhão e um terceiro, vencedor de 206 prêmios, em sete modalidades de loteria, num valor superior a R$ 1,257 milhão. Outro caso que ilustra bem a “sorte” de determinadas pessoas é o de uma pessoa que ganhou 17 vezes, aproximadamente R$ 4 milhões, sendo vários prêmios em loterias diferentes, no mesmo dia. E a maioria das pessoas já estava envolvida em vários outros crimes, como estelionato, homicídio e crimes contra o sistema financeiro.

Líder do PSDB retoma providências para investigar fraudes em loterias da Caixa

Em pronunciamento no Plenário nesta terça-feira (11/10), o Líder do PSDB, Alvaro Dias, anunciou que retomará iniciativa que tomou no ano de 2007, de denunciar e tentar levar à frente investigações sobre a ocorrência de fraude no pagamento de prêmios de loterias da Caixa Econômica Federal. Neste sentido, o senador tucano protocolou na Mesa do Senado requerimento de informações encaminhado ao ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, sobre o andamento das investigações a respeito de lavagem de dinheiro e manipulação em concursos lotéricos.

No requerimento, o Líder do PSDB afirma que entre 2004 e 2007 solicitou, ao Ministério da Justiça e à Caixa Econômica Federal, informações sobre graves denúncias de fraude e de lavagem de dinheiro nas loterias federais, praticadas por quadrilhas que compravam ilegalmente os bilhetes premiados. Segundo Alvaro Dias, os dados do Conselho de Controle das Atividades de Atividades Financeiras – COAF confirmaram as denúncias, identificando mais de 75 pessoas envolvidas e movimentando o montante superior a R$ 32 milhões.

“Neste sentido, com o intuito de dar prosseguimento à prestação de contas para toda a sociedade, torna-se indispensável o encaminhamento do resultado dessas investigações e a informação sobre a responsabilização penal de todos os envolvidos”, afirma o senador tucano em seu requerimento, que faz duas solicitações ao ministro da Justiça:

- No requerimento de nº 1.293 de2004, solicitei ao Ministério da Justiça, por intermédio do Requerimento de informações nº 1.293/2004, dados do Conselho de Controle de Atividades Financeiras – COAF, sobre a suspeita da ação de quadrilhas que fraudavam o recebimento dos prêmios de loteria da Caixa Econômica Federal, do período de 2002 a 2006. Requisito que sejam encaminhadas as conclusões administrativas sobre as investigações do COAF, no âmbito do Ministério da Justiça, referentes aos casos de fraude identificados no Requerimento nº 1.293/2004.

- Solicito que sejam encaminhadas informações sobre os inquéritos e possíveis ações judiciais apresentadas em função dos casos de fraude nas loterias da Caixa Econômica Federal.

Prerrogativas constitucionais

No seu pronunciamento, Alvaro Dias relatou que as denúncias que fez no ano de 2007 lhe renderam uma ação, promovida pelo Ministério Público Federal, por vazamento de informações sigilosas. O inquérito, autorizado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal, Eros Graus, levou o senador a ser intimado e depor na Polícia Federal, não usando o senador, entretanto, sua prerrogativa parlamentar de dar o depoimento em seu próprio gabinete. Alvaro Dias lembrou que procurou pessoalmente a Polícia Federal, e lá assumiu que foi o responsável por divulgar as informações veiculadas à época na imprensa.

“Não poderia eu ficar calado, em silencio, ser cúmplice de crimes que chegavam ao meu conhecimento. É evidente que não me cabia colocar num baú as informações que recebia de que criminosos estariam lavando dinheiro na Caixa Econômica com prêmios nas loterias. A procuradora do Ministério Público Federal denunciou e sugeriu dois anos de prisão. Esse é o Brasil. Quem denuncia o crime pode ser preso, o criminoso, não. Artífices dos grandes crimes são sempre protegidos e preservados, e só se admite que se punam os coadjuvantes dos criminosos”, disse o senador.

O Líder do PSDB destacou que ao fazer as denúncias sobre as fraudes com loterias da Caixa, exerceu a prerrogativa assegurada pela Constituição, que em seu artigo 49 garante a ele que possa fazer denúncias em Plenário e ainda resguardar suas fontes. O senador disse ainda ter passado os últimos quatro anos sem tocar no assunto em respeito à Justiça, uma vez que o processo tramitava em segredo, e que só retomou agora o tema por conta da ação que corria contra ele ter prescrevido. Para o Líder do PSDB, não é possível que as autoridades públicas do país continuem ignorando casos tão graves como os relatados desde aquela época.

Para relembrar o caso

Como ocorre a fraude: de acordo com o senador, uma das formas pela qual pode ocorrer o processo da lavagem do dinheiro é a seguinte: o interessado na ação criminosa deposita o dinheiro na agência em que existe o esquema, ou é avisado por alguém da Caixa Econômica Federal sobre a presença de um vencedor, a fim de comprar-lhe o bilhete. O itinerário prosseguiria com o comparecimento do verdadeiro ganhador do prêmio à agência, para sacar o dinheiro. Com a conivência de alguém da agência da Caixa, o prêmio é pago com o dinheiro do interessado em lavar, que havia depositado anteriormente. Como o prêmio pode ser descontado até 90 dias após o sorteio, o agente da Caixa ou o interessado em lavar o dinheiro segura os bilhetes vencedores, até que atinja o valor de interesse do beneficiário da lavagem. Quando isso acontece, o bandido vai até a agência da Caixa e saca os bilhetes premiados, como se fosse o ganhador. Nesse momento, a operação se completa. A agência informa o ganhador do prêmio à central de loterias da Caixa, que evidentemente não é o verdadeiro ganhador. Existem casos suspeitos de que agentes da Caixa participem da operação, como o de determinada pessoa que descontou 107 prêmios em um mesmo dia, sendo que os prêmios apresentavam datas com diferença de até um mês e em sete modalidades de loteria.

Entre os ganhadores citados estão, por exemplo, um cidadão que ganhou 525 prêmios, no valor de R$3,8 milhões; outro ganhou 327 prêmios, no valor de R$1,6 milhão e um terceiro, vencedor de 206 prêmios, em sete modalidades de loteria, num valor superior a R$ 1,257 milhão. Outro caso que ilustra bem a “sorte” de determinadas pessoas é o de uma pessoa que ganhou 17 vezes, aproximadamente R$ 4 milhões, sendo vários prêmios em loterias diferentes, no mesmo dia. E a maioria das pessoas já estava envolvida em vários outros crimes, como estelionato, homicídio e crimes contra o sistema financeiro.

Projeto para evitar lavagem de dinheiro

Na época em que apresentou a denúncia, Alvaro Dias também protocolou no Senado Projeto de Lei para estabelecer instrumentos para evitar que as loterias da Caixa Econômica Federal sejam utilizadas para ações de lavagem de dinheiro. Pelo projeto, ao sacar o prêmio, o vencedor deve comprovar inicialmente a origem dos recursos de suas apostas e o gerente somente poderá pagar o prêmio após a comunicação prévia à Central de Loterias, bem como ao Coaf, ficando o saque bloqueado até informações dos referidos órgãos. O saque fica então condicionado à identificação completa do sacador e à verificação se o mesmo tem antecedentes criminais, com a comunicação à Polícia Civil de cada Estado onde se localiza a agência. As agências da Caixa deverão manter banco de dados sobre os sacadores de prêmios durante o ano. As regras só valem para sacadores de prêmios que registram mais de 10 premiações a serem resgatadas simultaneamente. A Caixa deverá verificar a reincidência de saques nas agências onde há suspeita de lavagem de dinheiro para apurar o fato mediante auditoria interna.

Eduardo Mota – Assessoria de Comunicação da Liderança do PSDB no Senado

5 comentários:

FRAUDE NA LOTERIA DO BRASIL.NO SORTEIO DA MEGA DA VIRA CONCURSO 1455 NO DIA 31/12/2012.O SORTEIO TEVE OS NUMEROS 14,41 E 32.O 14 E 41 SÃO OS MESMOS N° INVERTIDOS.MAS NÃO PARA POR AI MEUS AMIGOS.O SORTEIO DA DUPLA SENA NO MESMO DIA DA SENA DA VIRADA TAMBEM TEVE OS NÚMEROS 14,41 E 32 NO 1 SORTEIO.ISTO É ÍNCRIVEL!!!!!!!!!!!!NUM UNIVERSO DOS NÚMEROS...............................
MAS NÃO PARA AI NÃO? NO SORTEIO DA MEGA 1456 05/01/2013 TEVE OS N° INICIALMENTES
15,16,E DEPOIS O 46.A QUINA 3087, TAMBEM FOI SORTEADA NO DIA 05/01/2013 E TAMBEM INICIARAM COM MESMOS NÚMEROS DA MEGA.FORAM 15,16 E DEPOIS O 46.PRA QUEM NÃO SABE A QUINA TEM 80 NÚMEROS.PRA MIM ESTÁ MAIS QUE PROVADO QUE ISTO É UMA DAS MAIORES FRAUDES DO BRASIL.COITADOS DOS BRASILEIROS MILHÕES DE SONHOS ENGANADOS PELA LOTERIA FEDERAL.ATE QUANDO ISTO MEU DEUS.SERÁ QUE NINGUEM VAI FAZER NADA? EXPALHEM PO AI PESSOAL!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Onde há muito dinheiro há corrupção! Ainda mais quando federal está envolvido.Como dizem que são repassados para saude ,educação e esportes.kkkkkkkkkk Só rindo! Pobre brasileiros gastando o suor do seu trabalho na roubalheira brasileira!

Muitos sabem que há mutreta mas preferem sonhar... Então continuem sendo enganados!

A população deveria pressionar a Caixa Econômica Federal, A Controladoria Geral da União e demais Institutos que objetivam o esclarecimento das contas públicas na qualidade de apostador e/ou cidadão brasileiro até que resolvam tomar uma atitude séria e não empurrar com a barriga como se nada estivesse ocorrendo. Em muitos casos o trabalhador deixa de se alimentar para fazer uma fezinha na esperança de ganhar algo.

Realmente tem uma polêmica muito grande sobre o assunto.
Eu mesmo não tenho confiança na Caixa Econômica Federal!
https://twitter.com/microcomputador

Postar um comentário

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites