Curso de extensão da USP

sobre Judith Butler e Michel Foucault

O sequestro do termo "gênero":

uma perspectiva feminista do transgenerismo

Mulheres na Ciência

Estudantes criam bactéria que come o plástico dos oceanos

Mulheres na Ciência:

Duas barreiras que afastam as mulheres da ciência

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Ainda o caso da censura ao comercial da Hope

Laerte e Iriny Lopes: separados ao nascer
A discussão sobre a proposta de censura ao comercial da Hope, onde Gisele Bundchen apareceu de calcinha e sutiã, para vender a marca, rendeu muitas postagens e mensagens a respeito do assunto. Numa troca de mensagens, em que me meti, um rapaz veio dizer que a indústria da moda e da beleza só existia em função do machismo. Acabei escrevendo uma resposta longa o suficiente para virar uma postagem, por isso a transcrevo aqui. Segue, com pequenas edições!
-----------------------------------------------------------------------------------------------------
Acho que a indústria da moda é menos machista que a de margarina, se formos ver só pelo prisma das relações entre os sexos. São nos comerciais de margarina que mais se vê a mulher no papel tradicional de dona de casa, cuidando do marido e dos filhos. Em propagandas de outros produtos de uso doméstico idem. São todos voltados para a mulher que continua a administradora do lar por excelência. Por que não se vê feministas querendo censurar esse tipo de anúncio? Por que eles não falam de sexo, não apresentam a mulher como buscando ser desejável para os homens. Há uma ala do feminismo que vê o desejo masculino pela mulher,  como intrinsecamente opressivo, ou seja, opressivo em si mesmo. 

Por outro lado, os padrões de beleza são de fato ditados pela sociedade tanto faz se a tribal ou do capitalismo globalizado. Pergunte para os antropólogos, o quanto de coisas doidas os seres humanos já não fizeram para se adequar aos padrões estéticos de suas tribos e de suas épocas. Hoje inclusive muitos buscam se adequar aos padrões estéticos de suas tribos urbanas.

Então, discordo quando diz que a indústria da moda e da beleza existe em função do machismo. Ela existe em função do desejo fundamental dos seres humanos de se adornar, de se enfeitar, de bem-aparentar desde tempos imemoriais. O fato do machismo (e acho que precisamos rever sua conceituação) perspassar essa indústria, como todas as outras, não o torna fonte primeira dela.

Obviamente, como toda a indústria, a da moda e da beleza não apenas atende ao desejo das pessoas de se embelezar mas busca induzir todo o mundo a consumir cada vez mais seus produtos. Mas da mesma maneira que a indústria alimentícia não faz todo o mundo ficar obeso, a da moda e da beleza não obriga todo o mundo a girar em torno dela. Acho que o contraponto para os exageros é a disseminação de ideias que valorizem mais a essência das pessoas do que a aparência.

Agora negar a importância que a nossa sociedade dá à aparência é impossível. Hoje uma aparência cuidada e relativamente jovem já faz parte do currículo profissional das pessoas. E isso também para os homens. Lembrando que os gregos também tinham altos padrões de beleza, embora não tivessem exatamente indústria da moda e beleza por lá.
Gisele e Iriny: fiquei com dó da segunda
De qualquer forma, opiniões à parte, o pior dessa querela é o fato da SPM, que não cumpre seu papel, no que diz respeito a casos sérios de violência contra a mulher, querer censurar comercial de calcinha e sutiã. Como grande parte das pessoas reconheceu o ridículo da situação, por falta de razões objetivas para tal, partiram para as razões subjetivas e definiram a decisão da sra. Iriny Lopes como despeito. Botaram a foto dela, que é feia para danar (a cara do Laerte), ao lado da Gisele. Sério que fiquei até com pena dela, mas já que decidiu se expor ao ridículo, que ridicularizada seja. E para homenagear as mulheres bonitas e inteligentes, uma bela música também:

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Secretaria de Políticas para Mulheres banca a censora de novo

No ano passado, as feministas da Secretaria de Políticas para Mulheres censuraram o comercial da Devassa, com a socialite Paris Hilton, porque degradaria a imagem das mulheres, já que usava de apelo sexual para vender cerveja. Agora, cismaram com o comercial da Hope, estrelado pela Gisele Bündchen, um comercial fraquinho em que a Top ensina as mulheres a usarem seus atributos físicos, emoldurados pela lingerie da HOPE, para conseguir o que querem do marido. Meio estereotipadinho, mas nada além disso. E claro em tom de humor, essa qualidade que decidamente parece faltar nas hostes feministas.

Com tanta coisa séria que ainda atinge as mulheres, a SPM, que vive de nosso dinheiro, não tem mais com o que se preocupar? Agora mesmo veio a público um novo caso de curra de uma menina de 14 anos numa prisão rural do Pará. Até agora a gente não ouviu a SPM se pronunciar. Também não se ouviu falar de mensagem de repúdio contra o caso de um tal de Nartagman, dirigente do PT de Minas que foi  condenado sob a acusação de estupro de menor, mas que andava por aí livre, leve e solto, organizando eventos da companherada, embora se soubesse de seu currículo.

Agora para bancar as donas solanges do petismo (Dona Solange foi célebre censora da época da ditadura militar), elas são rápidas e certeiras? Além de moralistas, antidemocráticas? Alguém precisa dizer a essas senhoras que não há nada de errado em ser objeto sexual nem de gostar de ser objeto sexual de quem a gente deseja, ama, etc... Nem de brincar com isso ou mesmo usar disso. Havia problema no passado quando as mulheres eram restritas a esse papel, medidas só pelos atributos físicos ou ausência deles ou por sua capacidade de agradar os homens.

Mas isso faz muito tempo, não? Hoje, as mulheres desempenham muitos papéis, estão em profissões de mando e até no executivo dos países (no caso da Dilma, não exatamente por seus predicados intelectuais). Então, não dá para continuar com essa conversa de 50 anos atrás de querer censurar comerciais porque a mulher aparece como objeto sexual para vender produtos. Os homens belos também aparecem nessa mesma situação faz tempo e não se vê essa conversa mole de sexismo, para cá e para lá, quando o objeto sexual é masculino. Esse tipo de atitude apenas reforça a ideia das feministas como barangas mal-amadas e mal-resolvidas. Pelo visto, algumas são mesmo.

Então, se é para protestar contra alguma coisa, melhor escrever para a SPM protestando contra essa nova tentativa de censura a comerciais, coisa que não cabe em uma sociedade democrática. Abaixo, contatos da Secretaria. Antes assistam os vídeos do comercial com a Gisele Bündchen e avaliem se a censura tem cabimento.

Secretaria de Políticas para as Mulheres - SPM
Endereço: Via N1 Leste S/nº, Pavilhão das Metas, Praça dos 3 Poderes - Zona Cívico-Administrativa
70150-908 Brasília DF
Telefone: (61) 3411.4246
Fax:(61) 3327.7464
E-mail:spmulheres@spmulheres.gov.br

Ouvidoria - reclamações e denúncias
Telefone: (61) 3411.4279 - 3411.4298
E-mail:ouvidoria@spmulheres.gov.br

Solicitação de publicações
Telefone: (61) 3411.4220
E-mail: karla.rocha@spmulheres.gov.br
E-mail: web@spmulheres.gov.br





terça-feira, 27 de setembro de 2011

Ei, Sarney, vai tomar....

No Rock in Rio, a banda Capital Inicial decidiu fazer justa homenagem ao Congresso Brasileiro e, em particular, a José Sarney. Diz o Dinho, a partir dos 01:58, que é o que interessa:

Tinha três coisas que a gente fazia quando moleque que a gente mais se amarrava, velho: era andar de skate, cara, ouvir rock'n'roll e falar mal do governo, cara. Na verdade, os anos foram se passando, e a gente descobriu que a gente gostava de falar mal de qualquer governo. Foda-se! Fosse ele qual fosse: de esquerda, de direita, todos são iguais, cara. A regra básica é nunca confie num político, tá ligado? Essa aqui, velho, é para as oligarquias, cara, que parecem ainda governar o Brasil, que conseguem deixar os grandes jornais brasileiros censurados  durante dois anos, como o Estado de São Paulo, coisas inacreditáveis... Essa aqui é para o Congresso Brasileiro, cara. Essa aqui é em especial para o José Sarney, cara. Isso aqui se chama "Que país é esse?, e vai assim:

E a garotada entoou um refrão à altura do homenageado: Ei, Sarney, vai tomá no cu!  Meus garotos! Agora, só falta ir para às ruas, gente, em todo o Brasil e gritar, bonito assim: Ei, Sarney, vai tomá no cu! Bom demais! Abaixo do vídeo a letra do Que País é Esse?, do Renato Russo (Legião Urbana), para refrescar as memórias!

´

Que País É Esse?
Legião Urbana

Nas favelas, no Senado
Sujeira pra todo lado
Ninguém respeita a Constituição
Mas todos acreditam no futuro da nação
Que país é esse?
Que país é esse?
Que país é esse?

No Amazonas, no Araguaia iá, iá,
Na baixada fluminense
Mato grosso, Minas Gerais e no
Nordeste tudo em paz
Na morte o meu descanso, mas o
Sangue anda solto
Manchando os papeis e documentos fieis
Ao descanso do patrão
Que país é esse?
Que país é esse?
Que país é esse?
Que país é esse?

Terceiro mundo, se foi
Piada no exterior
Mas o Brasil vai fica rico
Vamos faturar um milhão
Quando vendermos todas as almas
Dos nossos indios num leilão
Que país é esse?
Que país é esse?
Que país é esse?
Que país é esse?

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Clipping legal: Comissão de Constituição e Justiça aprova mais de 100 projetos com plenária vazia!

Luiz Couto (PT), o aprovador geral do Brasil
Matéria do jornal O Globo mostra como 118 projetos foram aprovados, em sessão  da Comissão de Constituição e Justiça, no dia 22/09 (quinta última), por um único parlamentar. Observem o absurdo da cena e o total descaso dessa gente com o interesse público. Precisamos instituir o recall, procedimento eleitoral que permite suspender o mandato de parlamentares por não estar cumprindo seu trabalho. Assim como, em empresas, demite-se quem é incompetente ou desonesto. Leiam o texto abaixo e o vídeo correspondente e sintam o sangue ferver.
-----------------------------------------------------------------------------------------------------

sábado, 24 de setembro de 2011

Samba-canção: entre tapas e beijos


Linda Batista
O samba-canção é uma versão mais melódica do samba tradicional, que também incorporou um pouco da modinha, da seresta e do bolero, com letras pra lá de sentimentais, versando geralmente sobre a famosa dor-de-cotovelo, hoje um pouco fora de moda, mais sempre existente.

Variando do elegante ao brega, o gênero teve seu ápice, na década de 50, e paradoxalmente influenciou o surgimento da sofisticada bossa nova, quando tudo se torna mais leve e a imagem da mulher passa de fatal à musa. (Olha que coisa mais linda, mais cheia de graça. É ela menina que vem e que passa, num doce balanço, caminho do mar).

De qualquer forma, apesar do tom carregado, o samba-canção deixou belas canções, interpretadas por ícones da MPB, que vale a pena resgatar. É o que pretendo fazer, publicando alguns clássicos do gênero, a partir desta postagem. Minha mãe gostava de ouvi-las no rádio, quando eu era criança, e guardo várias de memória.

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Web: Programas divertidos e funcionais

Twusic: Para compartilhar trilha sonora com os amigos do Twitter, agora existe o Twusic  Ainda em versão Beta, mas promete. Acesso pela conta do próprio Twitter.

Concert Crowd: Para encontrar shows de  bandas e artistas em diversos países, acesse Concert Crowd . Via Facebook, o aplicativo busca, de forma automática, pelos concertos que estão ocorrendo nas proximidades do local escolhido. Acesso pela conta do próprio FB.

Screenlocker: Para quem é viciado(a) no computador e até esquece de comer ou ir ao banheiro por causa dele, o negócio é pedir ajuda ao Screenlocker. Como o nome indica, o programa trava a sua tela por alguns minutos (até 60 minutos) para obrigá-la(o) a dar uma pausa e descansar. Ideal para workaholics, geeks e nerds. Hoje em dia, ideal para quase todo o mundo.

Glickr:  Para criar GIFs animados, animações curtas e pequenas  a partir de no máximo 10 imagens e também links do YouTube, uma boa dica é o Glickr . Depois é possível postá-los no Facebook e Twitter, além de compartilhar os vídeos animados com seus amigos. Bem divertido.

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Manifestação contra a Corrupção no Rio

Ontem foi a vez do Rio fazer um ato contra a corrupção digno do histórico da cidade. De acordo com a PM, 2500 pessoas se uniram na Cinelândia para gritar contra o estado de degeneração política no país que já custou aos cofres públicos cerca de 40 bilhões. Para os manifestantes, via redes sociais, o número de pessoas era maior. Sinceramente, não importa. O que importa mesmo é que das 50 pessoas que apareceram no 7 de setembro, na mesma Cinelândia, para as 2500 (que seja!) de ontem houve um salto significativo. Agora estão previstas marchas unificadas, em todo o país, para o dia 12 de outubro.

O tema veio para ficar, felizmente, pois já estava mais do que na hora do brasileiro sair da pasmaceira e protestar contra os desmandos da era lulopetista que gerou essa corrupção pandêmica.  Alguns  adiantam que o movimento anticorrupção precisa se politizar (naquela visão estreita de que só política partidária é política), mas ele já começa a definir algumas

Vamos plantá-las? Hoje é Dia da Árvore!

Hoje, dia 21 de setembro, é Dia da Árvore. Que tal plantar uma? Um mundo melhor e mais verde depende da gente. De cada um de nós. Faça parte dessa corrente. Abaixo mais informações sobre esse dia que antecede a mais bela das estações, a Primavera, minha estação preferida. Repito a música Primavera, do Tim Maia, que postei no ano passado, em sua homenagem. Aliás, este artigo é reciclado.

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Clipping legal: Outra vez em foco as discutíveis urnas eletrônicas do Brasil

Mais uma vez, tendo em vista as eleições de 2012, retornam os questionamentos sobre a segurança das urnas eletrônicas no Brasil desta vez feitos por advogada representante do PDT no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Eu já havia abordado o tema, em 2010, com o post Risco de fraude nas eleições: a OAB não referenda as urnas eletrônicas! Nesta postagem também podem ser encontrados links para a opinião do engenherio Eng. Amilcar Brunazo Filho, membro do Comitê Multidisciplinar Independente – CMind, que analisou os aparatos eletrônicos. Considerando sobretudo quem está no poder e seu apreço pela ética, essa história de que não se pode fazer auditoria nas urnas não pode continuar. Leiam o texto abaixo e a postagem anterior.

Advogada do PDT alerta OAB sobre urnas eletrônicas
A presidência do Conselho Nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), através de seu chefe de gabinete, Walter José de Souza Neto, foi alertada ontem (14/9) de que a entidade pode estar sendo usada para legitimar o sistema de votação em uso no Brasil “que não tem transparência e por isso não pode ser considerado seguro”,segundo a advogada Maria Aparecida Cortiz, representante do PDT no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). (Na foto, Aparecida Cortiz e Amilcar Brunazo, na OAB)

Aparecida Cortiz foi recebida ontem em audiência na sede da entidade, em Brasília acompanhada do professor Pedro Antonio Dourado de Rezende, do Departamento da Ciência da computação da Universidade de Brasília (UnB) e do analista de sistemas Frank Varela de Moura, representante do Partido dos Trabalhadores no TSE – todos integrantes, como ela, do Comitê Multidisciplinar Independente (CMind) – que se dedica ao estudo da segurança das urnas eletrônicas brasileiras. Também esteve presente Jardel Moura, assessor da deputada federal Janete Capiberibe (PSB-AP).

A advogada Maria Aparecida Cortiz explicou que o sistema de votação brasileiro “funciona sob restrições de fiscalização” impostas pelo TSE , o que põe em risco “a segurança da manifestação democrática do cidadão por meio do voto”.

Aparecida Cortiz, Pedro Rezende e Frank Varela também solicitaram a OAB que atue como Amicus Curiae na apreciação da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) de Número 4543 impetrada contra o artigo 5º da Lei 12.034/2009 – exatamente o que determina a impressão do voto eletrônico no Brasil a partir das eleições de 2014 – pelo Ministério Público Federal “a pedido dos presidentes do Tribunais Regionais Eleitorais”, conforme consta na peça.

José de Souza Neto explicou à comissão do CMind que a decisão da OAB sobre o assunto só pode ser tomada em reunião de todos os membros do Conselho Nacional, após estudo da Comissão de Estudos Constitucionais da entidade.

Aprovada no Congresso há três anos por iniciativa dos deputados federais Brizola Neto (PDT-RJ) e Flávio Dino (PC do B-MA) e sancionada pelo então presidente Lula, o artigo da Lei 12.034 prevê – através da impressão em papel – a materialização do voto eletrônico a partir da eleição de 2014. Isto vai permitir a auditoria no processo de votação e a recontagem dos votos, caso seja necessária, tornando o processo eleitoral brasileiro mais transparente e seguro.

Hoje, o sistema unicamente eletrônico em uso pela Justiça eleitoral brasileira não permite nenhum dos dois mecanismos de fiscalização – auditoria e recontagem – e não é usado por nenhum outro país além do Brasil e da Índia, sendo expressamente proibido nos Estados Unidos – exatamente por não permitir a recontagem de votos.

Com o artigo 5º da Lei 12.034, explicaram os membros do Comitê Multidisciplinar Independente ao chefe de Gabinete da presidência da OAB, o objetivo do legislador foi “detectar adulteração do software das urnas que leve à Fraude de Desvio de Voto” e “impossibilitar adulteração do software das urnas que resulte na Fraude de Identificação Sistemática do Voto”, portanto, no sentido oposto ao que pretende fazer crer o Ministério Público Federal nas alegações para fundamentar a ADI.

O mesmo Comitê conta que o TSE produziu um vídeo apresentando fatos diferentes dos que seriam possíveis com a aplicação da Lei 12.034 e, por isso, levou os presidentes dos TREs à conclusões diferentes do objetivo da lei, o que teria motivado o pedido ao MPF e, daí, a ADI.

Fonte: PDT, 15/09/2011

domingo, 18 de setembro de 2011

#CorruPTosDay não conseguiu convencer nem os petistas

Imagem compartilhada no twitter por Paty Giani
Após as marchas contra a corrupção que, mesmo ainda incipientes, levaram milhares de pessoas às ruas, o lulopetismo, na esteira da resolução de seu recente congresso (onde voltou com a lenga-lenga de censurar a imprensa), e outros avermelhados decidiram fazer  atos contra a corrupção da mídia. Parece piada, mas não é. Por meio de seus conhecidos blogueiros de aluguel, regiamente pagos com o dinheiro público, como Paulo Henrique Amorim, Luiz Nassif, Luiz Carlos Azenha e Eduardo Guimarães, somados aos petistas disseminados em toda a Internet (blogs pessoais e redes sociais), a petralhada convocou, para os dias 16 e 17 de setembro, atos de repúdio à mídia corrupta e golpista (sic) respectivamente no Rio (Cinelândia) e em Sampa (no MASP).

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Tony Bennett & Amy Winehouse cantam Body And Soul

Nesta última quarta-feira (14), data em que Amy Winehouse comemoraria 28 anos de idade, foi lançado o dueto da cantora com um dos ícones da canção americana, Tony Bennett, interpretando a clássica Body and Soul. A música, gravada em março no estúdio Abbey Road, em Londres, terá parte de sua arrecadação destinada à Fundação Amy Winehouse, também lançada oficialmente no dia 14/09.

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

15 de Setembro: Dia Internacional da Democracia

Hoje é Dia Internacional da Democracia. Postei um vídeo abaixo sobre ela em inglês. Fiz uma tradução livre do texto do vídeo! Espero que gostem.

Neste momento delicado em que vivemos, mais do que nunca importante refletir sobre a democracia e celebrá-la.

O que é a democracia?
A democracia não é apenas uma idéia, uma crença, uma série de princípios!
Não fala apenas sobre liberdade, igualdade, segurança.
Não é apenas um sonho.
Não é tão somente uma forma de governo.
A democracia não é simplesmente um meio de empoderamento através do qual as pessoas têm a oportunidade de participar dos processos de tomada de decisão.
A democracia é o sucesso de todos esses fatores mencionados.
Ela é essencial para se viver bem, sustentavelmente, em prosperidade.
A democracia é a chance que temos de construir uma vida melhor!

15 de Setembro – Dia Internacional da Democracia
Apóie o voto distrital e as marchas contra a corrupção que dão mais poder ao povo, ao governo do povo que é a democracia. Vamos cuidar dessa planta com muito carinho para que ela sempre possa florescer!  #DiaInternacionalDaDemocracia

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Saudades da ditadura militar!!??


Volta e meia leio um tweet ou uma postagem de alguém se dizendo saudoso da ditadura militar, que nem sequer teria sido ditadura, onde houve ordem e não essa bandalheira que se vê agora, que teria feito as grandes obras de infra-estrutura no Brasil que nunca mais se repetiram e tantas outras pérolas de igual jaez. Sobretudo com a possibilidade cada vez mais concreta da instalação da chamada Comissão da Verdade, com vistas a apurar o paradeiro dos desaparecidos políticos do regime militar, esse tipo de discurso das viúvas de 64 vem aumentando razoavelmente.


Preocupada com essa abordagem, resolvi refletir sobre o tema aqui no blog. Antes, porém, digo que entendo a indignação de muita gente boa com a tal comissão da verdade, principalmente considerando ser encabeçada pelo partido da mentira (PT) e por gente que até hoje entoa loas à chamada revolução cubana, a pior das ditaduras instaladas, na América Latina, durante  o período militar das décadas de 50 a 80 do século XX. Ontem mesmo, por ocasião das homenagens às vítimas dos ataques terroristas ao World Trade Center, vários esquerdistas, por sua vez saudosos do muro de Berlim, preferiram homenagear a morte de Salvador Allende que, segundo eles, teria sido armada pelos EUA. Em outras palavras, para essa gente torta de espírito, não seria possível ter empatia pelas vítimas do ataque terrorista aos EUA porque elas seriam americanas, e os EUA são até hoje o grande bicho papão dos avermelhados de todo o tipo. Nos vídeos que vi do gênero “ o 11 de setembro que a mídia escondeu”, inclusive Allende é tido como assassinado, embora, como recentemente confirmado pela exumação do cadáver do presidente, ele tenha de fato se suicidado (sua família, aliás, sempre sustentou essa versão).

E claro, nesses vídeos, também o Chile é descrito como um paraíso socialista até que os americanos maus ajudaram os chilenos maus a depor Allende e instalar a ditadura de Pinochet. Quem conhece um pouco a história, contudo, sabe bem que ela está mal contada – só para variar - e que Allende não era nenhum santo. Como os outros esquerdistas que chegaram ao poder na época, Allende seguiu o roteiro socialista-comunista de desapropriação de fazendas,  estatização de empresas e bancos e  nacionalização de companhias estrangeiras, gerando desabastecimento, inflação galopante, caos econômico  e naturalmente acirramento das tensões políticas. Dizem que acreditava na via democrática para a implantação do socialismo (desse jeito?), ao contrário da via castrista, mas, pelo que relatam pesquisadores mais imparciais, ele de fato foi inclusive financiado por Fidel. (Os esquerdistas da época eram em geral apoiados pelos regimes autoritários de Cuba, da União Soviética ou até mesmo da China maoísta. Naturalmente, porém, só o apoio dos americanos aos regimes militares é considerado mau.)

Aqui no Brasil, antes da tomada de poder no Chile pelos militares, em 1973, as coisas iam se encaminhando pela mesma via quando foram interrompidas pela deposição de João Goulart em março de 1964. Bom salientar que os militares daqui foram apoiados sim por boa parte da população brasileira, incluindo jornais, políticos e Igreja, receosos – com toda razão – de ver instalada uma ditadura comunista no país. Ao contrário do que viria acontecer no Chile, não houve episódios de sangue, suor e lágrimas porque Jango fugiu sem opor resistência, para grande frustração de seu cunhado Leonel Brizola. Os militares então assumiram o poder, com a promessa de devolvê-lo aos civis (havia eleições previstas para 1965), mas não cumpriram a palavra, aproveitando-se da situação para instalar a sua ditadura, ditadura que se tornou mais repressiva a partir de 1968, com o AI-5.

Enfim, são muitos os detalhes dessa triste história, para resumi-los numa postagem de blog, mas o que me interessa enfatizar aqui é a verdade histórica que não pode ser distorcida na base de um fla-flu político dos inimigos da liberdade. Não houve bandidos e mocinhos naquela época sombria. Só bandidos. O que de fato ocorreu foi uma guerra, entre autoritários de distintas correntes, pelo poder de Estado, apoiados de um lado ou de outro pelas potências do período da Guerra Fria, a saber os EUA e a URSS e seus satélites pelo mundo. As tiranias comunistas tentaram se expandir pelo continente latino-americano, a exemplo do que ocorrera em Cuba, em 1959, e se chocaram com a resistência dos militares, aqui no Brasil de ideologia positivista, apoiados pela sociedade. De forma alguma, contudo, pode-se negar que os regimes militares tenham formado uma ditadura porque hoje se está revoltado com os descalabros do PT e de outros esquerdistas anacrônicos. Em vários países latino-americanos, formaram-se sim ditaduras de fardados que fecharam os congressos, censuraram a imprensa, perseguiram dissidentes, torturaram e mataram gente em calabouços sombrios.

Em nosso país, do ponto de vista econômico, a ditadura militar teve um momento de expansão razoável, com o chamado milagre econômico, mas depois se afundou em seu modelo super-estatista e nacional-desenvolvimentista, deixando uma inflação enlouquecida como herança, além de canteiros de obras inacabadas por todo o país. Aliás, ironicamente, o período que mais se assemelha ao da ditadura militar é exatamente este do lulopetismo: ambos igualmente estatistas, nacional-desenvolvimentistas, patrimonialistas, oligárquicos (Sarney sempre presente), corruptos e autoritários. A diferença está em que o regime militar era uma ditadura escancarada e o lulopetismo uma democracia de fachada, mas ambos têm muito mais semelhanças do que sonham as vãs filosofias. Naturalmente também, como Lula e sua turma copiaram boa parte da estrutura do governo FHC (plano econômico, programas sociais), a economia até agora pode se manter estável e florescer, embora – graças ao que é de fato de autoria petista  – mesmo essas conquistas não estejam lá mais tão seguras. Dificilmente, com um Estado tão obeso como o atual, fora a corrupção, a gente vai escapar de outra crise, cedo ou tarde, ainda mais com o contexto internacional turbulento em que estamos vivendo.

Então, não vamos nos deixar engabelar pelo canto de sereia das viúvas nem de 64 nem do Muro de Berlim. No fundo, todos os autoritários são farinha do mesmo saco sujo de fezes e de sangue. Vamos lutar para manter e aperfeiçoar a democracia representativa brasileira, com respeito ao Estado de Direito, à liberdade de expressão e de mercado. Com todos seus defeitos (porque criação humana), a democracia permanece sendo o melhor sistema político que a humanidade já inventou para gerenciar a sociedade e as relações entre as pessoas, principalmente porque ela permite a diversidade de ideias, condição sine qua non para que as coisas evoluam. Quando ela se enfraquece, por qualquer razão, como a História nos ensina, o que sobrevém é a barbárie autoritária, geralmente de uniforme mas também às vezes à paisana, diga-se de direita ou de esquerda.

Ao contrário de outras grandes nações, como os EUA, o Brasil nunca teve tradição democrática. Pelo contrário, desde o início da República, temos vivido vários períodos autoritários entremeados de alguns curtos períodos democráticos. Precisamos impedir que essa alternância negativa continue ocorrendo para que só as liberdades democráticas, em seu mais amplo sentido, subsistam e se tornem uma regra inquebrantável em nosso país. Para tal, devemos, no momento, reforçar as marchas contra a corrupção, que ameaça as estruturas de nossa frágil democracia, e também apoiar o projeto do voto distrital

domingo, 11 de setembro de 2011

11 de Setembro: um ataque à democracia e suas consequências

Em setembro de 2001, eu estava de repouso em casa por causa de uma contratura nas costas que me dificultava o movimento do braço. Tinha dormido mal, pela dor, e estava meio sonada, pelo efeito dos antiinflamatórios que tomara antes de deitar. Entrei na Internet, de manhã, a fim de ver as notícias do dia nos portais, quando fiquei sabendo que os Estados Unidos estavam sob ataque. A imagem que eu vi era a do primeiro avião que atingira uma das torres do World Trade Center.

Até despertei da minha letargia pelo espanto diante daquela imagem chocante e até então só imaginável em filmes-catástrofe. Imediatamente liguei a televisão em busca de outras informações e fiquei o dia inteiro de olho pregado na tela, vendo todo o horror que se desenrolava. Até o Bush me pareceu razoável, naquele dia fatídico, tal foi minha empatia pela dor dos americanos.

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Estão voltando as flores: Manifestações contra a corrupção põem jovens na rua de novo!

Ontem - como não se via há muito tempo - jovens sobretudo, acompanhados de gente boa de diferentes gerações, foram às ruas do Brasil para protestar contra a corrupção que ameaça as estruturas da democracia brasileira, sempre tão frágil. Sem sindicalistas e movimentos sociais pelegos, sem partidos, organizada fundamentalmente pelas redes sociais da Internet, a garotada vestiu preto e pintou a cara de verde e amarelo para protestar contra a sangria da vigarice que degenera o país. A corrupção no Brasil drena entre R$50,8 bilhões e R$84,5 bilhões por ano dos cofres públicos, algo em torno de 1,4% a 2,3% do PIB de 2010. Essa quantidade enorme de dinheiro que sai do bolso de quem trabalha, na forma de impostos vários, está enriquecendo uma minoriade vigaristas enquanto hospitais continuam sucateados, com gente morrendo na fila sem atendimento, escolas e universidades continuam apenas em obras, metade da população não tem saneamento básico, a infraestrutura do país, também sucateada, onera a economia brasileira, e a segurança pública é um desastre.

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Clipping legal: 7 de setembro contra a corrupção! Vá de preto!

Para amanhã, dia 7 de setembro, estão marcadas marchas contra a corrupção em todo o Brasil. Inclusive a OAB, a CNBB e a ABI estão dando seu apoio às manifestações no que pode ser - e vai ser - uma retomada da participação verdadeiramente popular (não de organizações paragovernamentais que se arrogam a falar pela população) nos rumos do país.

Por falta da extirpação necessária, seguida de potente quimioterapia, o câncer da corrupção deu metástase, ou seja, se espalhou por todo o tecido social, ameaçando a vida da nação, além de drenar bilhões de reais dos cofres públicos, dinheiro que deveria ser empregado em saúde, escola, segurança e infraestrutra de qualidade.

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Google homenageia os 65 anos de Freddie Mercury com animação!

O Google decidiu homenagear o aniversário de 65 anos do líder do Queen, Freddie Mercury, nome artístico de Farrokh Bulsara, nascido a 5 de setembro de 1946 em Zanzibar, com um Doodle musical ao som de "Don't stop me now". Uma forma diferente de produzir os já famosos doodles que são variações do logo do Google em homenagem a personalidades e eventos famosos. Ficou bem legal. Assista abaixo:

domingo, 4 de setembro de 2011

Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Brasileiros propõe golpe de Estado

Irritado com reportagem da revista VEJA da semana passada que apresentava seu bunker secreto em hotel de luxo em Brasília, um dos maiores mafiosos do Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Brasileiros (vulgo PT), José Dirceu, resolveu fazer, do 4º Congresso Nacional do partido, evento de desagravo à sua formosa pessoa.  Ele, que não entra e não sai de locais públicos em São Paulo pela porta da frente, para não ser - no mínimo - vaiado, foi ovacionado pela companherada de sua mesma laia  aos gritos de "Dirceu, guerreiro do povo brasileiro." Do povo brasileiro!!!??? Foi mais aplaudido que o capo-mór, Lula da Silva, e sua pupila, Dilma Roussef, mas não conseguiu que o desagravo fosse transformado em moção de apoio por escrito. Que pena, Zé!

Mas se não houve nada por escrito em apoio a sua excrescente pessoa, no congresso petralha, houve em apoio à censura aos meios de comunicação, agora com o nome de marco regulatório da imprensa, e até à extinção do Senado, cuja existência feriria o princípio da soberania popular (sic). O Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Brasileiros (PT) inclusive propõe campanha pública para aprovar uma série de 13 “leis cidadãs”, com destaque para a "participação popular", em todos os governos, por meio de conferências e orçamentos participativos (ou seja conferências das comadres e dos compadres das organizações paragovernamentis pelegas), para a reforma política, com financiamento público de campanha e voto em lista fechada, para censura aos meios de comunicação, fim da autonomia do Banco Central e reforma agrária (nos moldes de ataque à propriedade privada).

Em outras palavras, as propostas configuram um verdadeiro golpe de Estado, se forem além da bravata com vistas a atemorizar a imprensa de modo que não denuncie a corrupção siderada da máfia bolchevique da estrelinha. Por via das dúvidas, a sociedade precisa ficar alerta e reagir a qualquer desses atentados contra a democracia e o Estado de Direito. Tudo isso poderia ser visto apenas como delirante, não estivesse essa corja no poder. O petismo é descendente da fina flor de cáctus da esquerda totalitária e nunca se sentiu à vontade com as estruturas democráticas. Quer roubar à vontade, sem ser importunado, e sempre desejou investir na estruturação de uma ditadura no país. Essa gente escrota já foi co-protagonista da ditadura militar, mas eles não se emendam.

Fica aqui o link para o tal blog da Dilma  e o do documento final do convescote fascista onde as propostas golpistas estão mais detalhadas! É ver para crer. Como chegamos de novo a esse ponto!!??   

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Aprender idiomas pela Web

Para quem deseja aprender um idioma, mas está sem tempo ou sem dinheiro para fazer um curso presencial, o ensino online pode ser uma boa pedida. Confira abaixo alguns links de sites gratuitos de aprendizagem de línguas estrangeiras. 

Language Guide é o ideal para os iniciantes, com foco no vocabulário, na gramática e na leitura de textos da língua escolhida. A interface não é da mais amigáveis, mas dá conta do recado.

O Web Línguas é um centro de idiomas online, onde os usuários podem testar e aprimorar seus conhecimentos em vários idiomas, como inglês, francês ou espanhol. As lições focam situações cotidianas, pronúncia, vocabulário, jornais, jogos, etc. Também é possível checar as respostas dos exercícios imediatamente para saber como está seu desempenho.

Livemocha é a maior comunidade de aprendizado de idiomas online do mundo, oferecendo cursos de idiomas pagos e gratuitos em 35 línguas para mais de 10 milhões de membros em mais de 196 países ao redor do mundo.

Babel Mundo tem lições de inglês, exemplos de pronúncias, testes interativos e possibilidade de o usuário se comunicar com falantes da língua inglesa de várias partes do mundo. O visual deixa a desejar, mas vale a pena tentar o aprendizado. 

BBC Languages é ideal para quem já tem conhecimento de inglês, pois as aulas são totalmente na língua da Rainha. Mais tem textos e vídeos, com explicações para determinados termos e sua pronúncia. Se você quer manter ou melhorar seu inglês, vale a visita. 

Gato gordo fecha amigo em caixa de papelão! \lol/

Mais uma de gatinhos para os felinófilos. Para quem não sabe, gatos têm paixão por sacos e caixas, qualquer coisa em que possam adentrar ....rsss E acabam por caber nos espaços mais exíguos graças à sua natureza extraordinária.

No vídeo abaixo, um gato branco (quase todo branco) se mete numa caixa. E até aí nada de incomum. O divertido da história fica por conta do outro gato que fecha a tampa da caixa e, depois, senta em cima dela, prendendo o amigo. E fique todo cismado sem entender bem a situação  \lol/ E também surge um outro gato, para ver o que estava se passando, que foi tosquiado para parecer um leão. \lol/ 2 
 

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites