Curso de extensão da USP

sobre Judith Butler e Michel Foucault

O sequestro do termo "gênero":

uma perspectiva feminista do transgenerismo

Mulheres na Ciência

Estudantes criam bactéria que come o plástico dos oceanos

Mulheres na Ciência:

Duas barreiras que afastam as mulheres da ciência

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Luto na Literatura: morrem Moacir Scliar e Benedito Nunes

Faleceram neste domingo, dia 27/02, o escritor gaúcho Moacir Scliar e o crítico literário Benedito Nunes, com respectivamente 74 e 81 anos de idade. O primeiro foi vítima de falência múltipla de órgãos, após ter sofrido um AVC em janeiro que o manteve no hospital desde então. O segundo de uma hemorragia estomacal.

Moacir Scliar

Médico sanitarista de formação, Moacir Scliar também arranjou tempo para escrever 80 obras literárias, entre romances, contos, crônicas e livros infantis, além de ensaios e traduções. Pela vasta produção, recebeu inúmeros prêmios tais como: Prêmio da Academia Mineira de Letras (1968), Prêmio Joaquim Manuel de Macedo (Governo do Estado do Rio, 1974), Prêmio Cidade de Porto Alegre (1976), Prêmio Érico Veríssimo de romance (1976); Prêmio Brasília (1977), Prêmio Guimarães Rosa (Governo do Estado de Minas Gerais, 1977); Prêmio Associação Paulista de Críticos de Arte (1980); Prêmio Jabuti (1988, 1993 e 2000); ; Prêmio PEN Clube do Brasil (1990), Prêmio Açorianos (Prefeitura de Porto Alegre, 1997 e 2002).

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Sede da BANCOOP penhorada para pagar calote que petistas deram em usuários

Quando veremos algum desses mafiosos petistas arcar com seus tantos crimes? Abaixo vídeo da Globo sobre a penhora da sede da entidade para pagar os usuários lesados pela petralhada. O dinheiro da construção das unidades habitacionais era desviado para o PT e suas campanhas eleitorais. O partido nega, mas será que existe alguém sério nesse país que acredita em qualquer coisa dita por essa gangue?

De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto. Rui Brabosa

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Salário máximo para eles, mínimo para nós!

Na quarta-feira, dia 16,  na Câmara de Deputados, aconteceu a já prevista aprovação da proposta de salário mínimo de R$545,00, do governo Dilma, com 361 votos a favor e 120 contra. Lembremos que, em 15 de dezembro passado,  último dia de votação na Câmara, suas insolências da legislatura anterior aprovaram um aumento de 61,83% nos próprios salários, de 133,96% no salário do presidente da República e de 148,63% no do vice-presidente e dos ministros de Estado. O aumento  igualou os salários de toda a politicalha que passou a receber  R$ 26.723,13 por mês a partir de 1 de fevereiro, data da posse da nova baciada de vigaristas que veio se juntar à velha.

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Para limpar seu PC de fato e torná-lo mais ágil!

Se você não andou limpando seu PC ultimamente, uma olhadinha em Arquivos de Programas mostrará uma pilha de pastas com aplicações não instaladas, sem nada dentro ou com arquivos como desktop.ini, thumbs.db. Mesmo aplicações conhecidas de limpeza e desinstalação de arquivos têm se mostrado ineficazes em remover completamente essas pastas vazias presentes em vários lugares como a já citada Arquivos de Programas, Meus Documentos e a pasta do Windows. Então, se quer realmente remover todos esses arquivos vazios, tente o RED (Remove Empty Directories - Removedor de Diretórios Vazios).

Diferentemente de outros utilitários de remoção, o RED mostra uma hierarquia completa das pastas-raiz, com as pastas vazias ou aquelas que contem sub-pastas marcadas em vermelho. Isto lhe ajudará a conhecer a localização precisa das pastas vazias e a eliminá-las. O RED está em inglês e funciona apenas com o Windows XP, Windows Vista e Windows 7, mas vale a pena testá-lo, limpar de fato seu PC e torná-lo mais ágil. Você pode baixá-lo gratuitamente clicando aqui.

Se o idioma atrapalhar, tente de qualquer forma outros utilitários de limpeza, não tão potentes, mas também bem utéis, como o Glary Utilities, CCleaner, que tem versão em português. E boa limpeza!

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Animação com Marilyn Monroe!

Uma animação bem legal da jovem artista inglesa Gemma Roberts, com várias estrelas de cinema e da música pop internacionalmente conhecidos, numa montagem a la Andy Warhol.  O nome da animação é Soundscape: Marilyn Montage HD. AmberDust Studios - Portfolio of Gemma Roberts


Soundscape: Marilyn Montage HD from Gemma Roberts on Vimeo.

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Oposição para quê?

Em artigo no jornal O Globo, do dia 10, o ex-governador de São Paulo e ex-candidato José Serra fez um texto oposicionista de encher os olhos de seus (e)leitores e disse o óbvio: "não podemos deixar o eleitorado que nos apoiou sem representação". E conclama a união das oposições, num recado acima de tudo para o intragável Aécio Silvério das Neves dos Reis! Reproduzo na íntegra pela importância política.

Oposição para quê?
O principal risco que correm as oposições - e, portanto, também o PSDB - é perder tempo em embates menores, combates internos fantasmas ou antecipações irrealistas, como trazer 2014 para hoje, inventando bandas de adversários... internos! Atacar, constranger, prejudicar ou atrapalhar companheiros do próprio partido só faz ajudar os adversários reais, que incentivam esses confrontos.

Suécia: um exemplo de como os políticos devem proceder!

Sem mordomias, com transparência, os políticos suecos são o oposto dos brasileiros em tudo. Lá apenas trabalhadores como outros quaisquer, pagos com o dinheiro do povo que não aceita vê-los levando vida de marajás. Que não aceita que eles se deem, por exemplo, 60% de aumento salarial enquanto o mínimo da população não pode ir além dos R$545,00. Isso sem falar nas verdadeiras fortunas que escoam pelo ralo da corrupção de nossos "parlamentares."

Os suecos não são analfabetos políticos, não são bestas, e isso também se reflete na classe política do país. Os brasileiros ainda estão muito longe de um padrão civilizatório de sociedade, e isso se reflete na cada vez mais decadente classe política brasileira, cheia de vigaristas de toda a ordem. Precisamos mudar se queremos um dia chegar aos patamates de probidade dos suecos.

Veja nos vídeos abaixo como é a vida espartana dos políticos na Suécia e sinta inveja dos lorinhos.



quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Até em comercial de cerveja os japoneses fazem bonito

Samurai desenhado em um campo de arroz
Os japoneses são realmente incríveis. Em tudo que fazem, há uma busca de perfeição, de transformar o cotidiano, as atividades rotineiras, em arte e beleza. É como se as palavras descuido e negligência não existissem em japonês. Tudo tem que ser feito com cuidado, ritualisticamente, da cerimônia do chá ao comercial de cerveja, das artes marciais aos murais desenhados em campos de arroz.

Naturalmente são humanos e como tais imperfeitos, mas sua capacidade de transcendência me emociona. Meteram-se naquela aventura militarista e imperialista da Segunda Guerra Mundial, dando vazão a um de seus defeitos que é o autoritarismo, e colheram o fruto amargo de uma derrota  marcada sobretudo pela tragédia das bombas atômicas sobre Hiroshima e Nagasaki.  O país saiu destroçado do conflito, mas com a ajuda dos americanos, que os venceram na guerra, reergueram-se no prazo recorde de 50 anos, virando potência econômica já no fim século passado. (Veja vídeos ao fim da postagem)
Sua capacidade de superação impressiona. Se o pequeno território japonês é sacudido por terremotos, eles inventam prédios que balançam mais não caem. Se não há terra suficiente para cultivo, eles inventam formas de cultivar produtos agrícolas abaixo da superfície da terra. Se falta praia, eles criam praias artificiais. E por aí vai.

Se nós, brasileiros, emulássemos pelo menos uns 10% do jeito japonês de ser, já teríamos um ganho extraordinário. Nem precisaríamos até respeitar contratos verbais - como dizem que eles fazem - mas bem que poderíamos respeitar um pouco as leis e tentar fazer as coisas com a atenção e o cuidado que norteiam as atividades dos nossos admiráveis japas.

Deixo abaixo três vídeos que demonstram bem essas caracteríticas especiais dos japoneses. Dois dos videos são sobre os desenhos que eles fazem nos campos de arroz. O outro é o comercial da cerveja Sapporo (peguei o link no blog do Ricardo Setti). Vejam como tudo é bem feito e bonito. No vídeo do comercial de cerveja, clique em ful screen (as setinhas) para ver o comercial no tamanho de sua tela. Vale a pena. Incrível!





sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Provável ganhador do Oscar, O Cisne Negro, com Natalie Portman, estreia no Brasil

No filme Cisne Negro que estreia hoje nos cinemas, Natalie Portman dá um show de interpretação como Nina, jovem e perfeccionista bailarina que ganha o papel principal na montagem de O Lago dos Cisnes* pelo balé da cidade de Nova York. Entretanto, como o papel é duplo (o cisne branco virginal e o sensual cisne negro), Nina se sai bem como cisne branco, mas deixa a desejar como cisne negro, pois lhe falta soltar seu lado mais visceral, sua capacidade de sedução. (Veja trailer do filme e vídeo com trecho do Lago dos Cisnes ao fim da postagem) 

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Samba de protesto contra os impostos na Educação

Nos primeiros meses de cada ano que se inicia, fico emputecida com os vários impostos que temos que pagar, impostos que pouco retornam para a sociedade na forma de uma saúde pública de qualidade, de uma educação de qualidade, de segurança e infraestrutura ao menos razoáveis. O IPTU do imóvel em que moro mais do que dobrou em 9 anos e meio de residência. Fora IPVA, seguro obrigatório (por que obrigatório?) e todos os outros impostos nossos de cada dia.

No vídeo abaixo, vejam e ouçam o samba de protesto contra os impostos na Educação. Vejam o quanto o material escolar é onerado pelos impostos, tornando impossível para muitos pagar seu custo. E para onde vai o dinheiro desses impostos? Precisamos de uma nova inconfidência, desta vez brasileira, contra os governos desta nossa república das bananas. Chega de servidão!

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites