"Neurosexismo":

contra o progresso da igualdade de gênero - e da própria ciência

O sequestro do termo "gênero":

uma perspectiva feminista do transgenerismo

Mulheres na Ciência

Estudantes criam bactéria que come o plástico dos oceanos

Mulheres na Ciência:

Duas barreiras que afastam as mulheres da ciência

sábado, 30 de maio de 2009

NÃO ME PROVOQUE

Não me provoque,
tenho armas escondidas...     
Não me manipule,
nasci pra ser livre...
Não me engane,
posso não resistir...
Não grite,
tenho péssimo hábito de revidar...
Não me magoe,
meu coração já tem muitas mágoas...
Não me deixe ir,
posso não mais voltar...
Não me deixe só,
tenho medo da escuridão...
Não tente me contrariar,
tenho palavras que machucam...
Não me decepcione,
nem sempre consigo perdoar...
Não espere me perder,
para sentir minha falta..."

(Clarice Lispector)

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Os ditadores e o medo do rato

Pois, é! Uma imagem continua mesmo valendo mais do que 1000 palavras. Vejam que incríveis os pôsteres dos ditadores Hugo Chávez, Raúl Castro e Mahmoud Ahmadinejad, feitos pela agência Ogilvy & Mather Frankfurt para a Sociedade Internacional de Direitos Humanos , que satirizam o medo que governos autoritários tem da livre circulação de informações. Repliquei do
blog do Marcos Guterman no Estadão.























terça-feira, 5 de maio de 2009

O Procurado

Não fui ver Wanted (O Procurado), em agosto do ano passado nos cinemas nem comprei o DVD, e fiquei quase tão frustrada quanto o personagem principal da história, pois adoro filmes de ação e ficção, e este estava bem cotado pela crítica. Por fim, neste final de semana, assisti o filme em pay-per-view.

A sinopse é a seguinte: contador (Wesley) leva vida medíocre, espezinhado pela chefe, traído pela namorada com um "amigo", tendo ao que parece ataques de pânico que controla com ansiolíticos. De repente, num supermercado, é abordado por ninguém menos que Angelina Jolie (Fox) dizendo que conheceu seu pai (dele). Ato contínuo, a bela começa a atirar contra um sujeito que parece querer matar o rapaz. Daí em diante, segue-se uma fuga automobolística cheia de efeitos especiais, com Angelina acabando por despistar o perseguidor e levando Wesley para um local onde conhece a Fraternidade dos Assassinos, organização que mata pessoas com vistas a evitar que estas matem muita gente. Nela, Wesley é convencido de que seu perseguidor é o mesmo homem que matou seu pai e passa a treinar para a vingança, tornando-se também um assassino. No fim das contas, Wesley vai perceber que pagou um mico, mas isso só vendo para saber e entender.

Bem superior a outras adaptações de graphic novels para o cinema (uma moda inesgotável), Wanted é inovador nos efeitos especiais, tem ritmo vigoroso, é diferente e violento, além de reservar uma bela surpresa no final. Tem algumas coisas nada verossímeis, mas as qualidades do filme superam esse defeito.

Angelina Jolie está magra mas bonita, cheia de tatuagens e de sensualidade. Morgan Freeman segura a onda perfeitamente como o chefe da Fraternidade dos Assassinos, e o ator escocês James McAvoy (Narnia, O Último Rei da Escócia, Desejo e Reparação) convence no papel do contador que vira uma espécie de super-herói. A trilha sonora também é muito legal, com destaque para The Little Things que posto abaixo. Quem não viu ainda, e gosta do gênero, não deve deixar de conhecer.

FICHA DO FILME
Título original: Wanted
Diretor: Timur Bekmambetov
Elenco: James McAvoy, Morgan Freeman, Angelina Jolie, Terence Stamp, Thomas Kretschmann, Common, Kristen Hager, Marc Warren
Gênero: Aventura
Ano: 2008
País: EUA
DADOS DO DVD
Extras: Angelina Jolie, Morgan, Freeman, James McAvoy, Common, Thomas Kretschmann, Terence Stamp, David O'Hara
Idioma: inglês, português
Legendas: inglês, português
Ano: 2008

The Little ThingsDanny Elfman



Have you heard the news?
Bad things come in twos.
But I never knew
'Bout the little things.

Every single day
Things get in my way.
Someone has to pay
For the little things.

And I'm through with the stories
And I'm sick to my shoes.
And the walking and the talking,
It's got nothing to do with
The final solution.
It's a box full of tricks.
And I'm through with repairs
When there's nothing to fix,
When there's nothing to fix,
When there's nothing to fix,
And it all comes down to you.

Let the headlines wait,
Armies hesitate.
I can deal with fate
But not the little things.

Armageddon may
Arrive anyday.
I can't get away
From the little things.

With a pile of cares
And a bucket of tears,
I could look at the sunlight
And I feel no fear.
With a mountain of maybes
And some Icarus wings,
And I'm armed with delusions
And one little thing,
And that one little thing,
And that one little thing,
And it all comes down to you.

Have you heard the news?
Bad things come in twos.
But I never knew
'Bout the little things.

Every single day
Things get in my way.
Someone has to pay
For the little things.


Have you heard the news?
Bad things come in twos.
But I never knew
'Bout the little things.

Every single day
Things get in my way.
Someone has to pay
For the little things.

And I'm through with the stories
And I'm sick to my shoes.
And the walking and the talking,
It's got nothing to do with
The final solution.
It's a box full of tricks.
And I'm through with repairs
When there's nothing to fix,
When there's nothing to fix,
When there's nothing to fix,
And it all comes down to you.

Let the headlines wait,
Armies hesitate.
I can deal with fate
But not the little things.

Armageddon may
Arrive anyday.
I can't get away
From the little things.

With a pile of cares
And a bucket of tears,
I could look at the sunlight
And I feel no fear.
With a mountain of maybes
And some Icarus wings,
And I'm armed with delusions
And one little thing,
And that one little thing,
And that one little thing,
And it all comes down to you.

Have you heard the news?
Bad things come in twos.
But I never knew
'Bout the little things.

Every single day
Things get in my way.
Someone has to pay
For the little things.

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites